Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
01/07/2023 15h00min - Agricultura
9 meses atrás

Tecnologia reduz riscos das lavouras e aumenta rentabilidade


Foto reprodução: Canva/Grande FM ► 
Fonte: Fonte Agrolink



Uma nova tecnologia no âmbito do Projeto Antecipe está revolucionando a produção de grãos no Brasil, de acordo com o Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS). De acordo com o líder do projeto e conselheiro do CCAS, Décio Karam, ele tem se mostrado promissor na antecipação do plantio do milho, trazendo resultados expressivos e reduzindo riscos nas lavouras e com isso, consequentemente, aumentando a rentabilidade das fazendas.

Karam, que também é pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), afirma que o Antecipe é um sistema inédito que permite a semeadura mecânica do milho nas entrelinhas da soja antes da colheita desta leguminosa. Sendo assim, traz muitas vantagens para o produtor. “Uma delas é a possibilidade de antecipar a semeadura do milho em até 20 dias, reduzindo os riscos associados às condições climáticas desfavoráveis. Essa antecipação resulta em maior produtividade de milho em comparação com a semeadura tardia, de acordo com estudos conduzidos em várias regiões do país”, conta Karam.

Resultados expressivos foram observados em experimentos realizados em Goiás, Minas Gerais, Paraná e São Paulo, onde o Antecipe proporcionou um aumento de até 46 sacas de milho por hectare. Além disso, a antecipação do plantio do milho na cultura da soja gerou ganhos médios diários de produtividade entre 1,5 e 2,3 sacas por hectare por dia de antecipação. “É importante ressaltar que o sistema Antecipe não visa substituir o cultivo tradicional do milho safrinha, mas sim reduzir os riscos associados ao plantio tardio. Essa tecnologia permite que o milho seja cultivado em regiões onde o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC) limita a segunda safra, possibilitando a semeadura de soja de ciclo médio e, ao mesmo tempo, a semeadura do milho na janela ideal”, explica o pesquisador.



•  

Agrolink
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.