Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
05/09/2023 17h00min - Mato Grosso do Sul
6 meses atrás

Repórteres fotográficos do Governo do Estado de Mato Groso do Sul são homenageados pela Assembleia Legislativa

A homenagem leva o nome do fotógrafo Valdenir Rezende, considerado uma referência no jornalismo local e nacional e ganhador de vários prêmios.

Crédito: Fernando Hassessian e Glaucia Jandre ► 
Fonte: Fonte Grande FM



No Dia Estadual do Repórter Fotográfico - Valdenir Rezende, a Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul concedeu na noite desta segunda-feira (4) o diploma de Honra ao Mérito Legislativo aos profissionais da Fotografia do Estado. A homenagem leva o nome do fotógrafo Valdenir Rezende, considerado uma referência no jornalismo local e nacional e ganhador de vários prêmios. Por suas lentes estão registrados grandes momentos da história de Mato Grosso do Sul.

Seus filhos Álvaro e Bruno, fotógrafos e companheiros de trabalho na imprensa da Capital, juntamente com o também brilhante profissional Saul Schramm, foram homenageados com a distinção. O trio compõe atualmente o quadro de Comunicação do Governo do Estado.

Além deles, João Garrigó, da vice-governadoria; Chico Ribeiro, da Seilog (Secretaria de Infraestrutura e Logística); e Rachid Waqued, do Detran-MS, também receberam a merecida homenagem. 

No total, 24 profissionais de Mato Grosso do Sul foram agraciados o diploma, instituído por uma proposição apresentada pelo deputado Marcio Fernandes.

“Eu criei este dia para marcar na história de Mato Grosso do Sul o nome de Valdenir Rezende. Um profissional impar que dedicou a vida para a fotografia e nos deixou vítima da Covid-19, pandemia que levou grandes nomes de diversas categorias”, destacou Marcio Fernandes.

Durante a solenidade foi realizada uma exposição fotográfica com imagens de profissionais que trabalham nos gabinetes e no setor de Comunicação da ALEMS, além dos fotográfos da Governadoria. A exposição leva o nome de Antônio Carlos Souza, o Toninho, que faleceu em abril do ano passado em decorrência de um infarto.

Em nome de todos os colegas agraciados, Bruno Rezende homenageou o pai e todos aqueles profissionais que não hesitam por um bom olhar e registrar instantes históricos e eternos.

"Aos homenageados de hoje, gostaria de dizer que sintam honrados, vocês estão levando para casa não um simples papel e sim um diploma que leva o nome de um símbolo do fotojornalismo sul-mato-grossense, um cara que acordava pensando nas pautas, se dedicava 100% para a profissão que ele atuou por mais de 40 anos", declarou emocionado, Bruno Rezende.

Dona Rosângela, esposa de Valdenir Rezende e mãe de Álvaro e Bruno, também discursou e lembrou que o marido foi "um pai protetor na profissão, muito solidário com os colegas que estavam começando e apaixonado pela arte de fotografar."

Ainda com 14 anos de idade, Valdenir começou a trabalhar na imprensa campograndense, e em seguida, iniciou no fotojornalismo.

Rezende é vencedor do prêmio Comunicación para La Integración del Mercosul, realizado no Uruguai, com a foto de uma briga em que ele registrou o exato momento do homem socando o outro rapaz. Também foi reconhecido com os dois primeiros lugares na Expocom, com a imagem vencedora de um morador de rua andando na Avenida Afonso Pena e se olhando em um pequeno espelho, ao qual utilizava como um retrovisor de carro, e no segundo lugar, a imagem dos presos nus após uma rebelião na delegacia das Moreninhas.

Um dos fatos mais marcantes da carreira de Rezende foi a visita do Papa João Paulo II, a Campo Grande, em 1991. O fotógrafo ainda tem registros importantes no Pantanal, na cobertura de rebeliões em presídios e dos campeonatos estaduais de futebol.



•  

Grande FM
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.