Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
01/08/2023 17h00min - Economia
7 meses atrás

Região hidrográfica do Paraguai registra maior crescimento de escoamento do país

Portos do Estado alcançaram crescimento de 52,9% na movimentação portuária nos primeiros cinco meses do ano

Foto reprodução: Brasil Escola ► 
Fonte: Fonte Campo Grande News



A região hidrográfica do Paraguai destacou-se como o principal impulsionador da movimentação portuária nos primeiros cinco meses de 2023, alcançando crescimento de 52,9%, maior aumento do Brasil. O movimento equivale a mais de 3,3 milhões de toneladas de mercadorias transportadas ao longo desse período. 

De acordo com dados do painel estatístico da Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários), responsável pela coleta de informações desde 2018, os portos do Estado foram os grandes protagonistas, atingindo o melhor resultado da série histórica de janeiro a maio.

O único método utilizado foi o transporte a granel sólido, e os principais portos envolvidos na movimentação portuária são destacados pelos seus números distintos.

O Porto Gregório Curvo, situado em Corumbá, representa 40% do total de movimentação portuária, embora tenha apresentado uma redução de 2,9% em relação ao período anterior.

Em contrapartida, o Granel Química Ladário se destacou ao representar 38,7% da movimentação e exibir um impressionante crescimento de 110,12%.

Outro porto em destaque é o Itahum Export, localizado em Porto Murtinho, que experimentou um crescimento extraordinário de 258,72%, representando 21,3% do total de mercadorias transportadas.

Quanto às mercadorias transportadas, o minério de ferro é o principal destaque, representando cerca de 2 milhões de toneladas, o que equivale a 75,4% do total movimentado.

A soja também apresentou um papel relevante, compreendendo 21,3% do total, enquanto as terras e pedras representaram os 3,2% restantes.

No contexto nacional, a região amazônica é a protagonista do escoamento de mercadorias em rios, tendo movimentado cerca de 32,1 milhões de toneladas entre janeiro e maio de 2022, o que representa um aumento de aproximadamente 10% em relação ao mesmo período do ano anterior.



•  

Campo Grande News
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.