Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
19/01/2024 17h01min - Agronegócio
6 meses atrás

Produtos agro puxam alta de 41,9% na balança comercial por via marítima em 2023


Foto reprodução: Canva/Grande FM ► 
Fonte: Fonte Grande FM



Açúcar, sementes, oleaginosas e minérios foram os produtos que comandaram o crescimento de 41,9% da balança comercial por via marítima em 2023 na comparação com o ano anterior. Foram movimentados US$ 119,1 bilhões em valor FOB (frete em que o comprador assume todos os riscos e custos do transporte), informou nesta quarta-feira (17/1) a Associação de Terminais Portuários Privados (ATP).

Segundo o presidente da entidade, Murillo Barbosa, os terminais portuários brasileiros foram impulsionados por essas mercadorias, que são consideradas estratégicas para o setor de logística. O transporte do açúcar subiu 43,4% em valor FOB, enquanto sementes, oleaginosas, como a soja, e minérios tiveram alta de 7,2%, respondendo por US$ 34,6 bilhões em exportações em relação a 2022.

A alta no comércio marítimo nacional reflete o aumento de 1,9% nas exportações brasileiras, que chegaram a US$ 300,4 bilhões no ano passado, de acordo com o levantamento. A queda de 14% nas importações também contribuiu em um ano marcado por ataques marítimos por causa das Guerras entre Rússia e Ucrânia e entre Israel e Hamas.

Sobre as importações, Barbosa atribui a redução, em grande parte, à diminuição na quantidade e preço médio dos combustíveis minerais, registrando uma redução de 22% no preço médio.

Os fertilizantes também desempenharam um papel relevante, com aumento de 7,4% na quantidade importada, porém, uma queda expressiva de mais de 40% no valor médio, retornando aos patamares anteriores ao conflito entre Ucrânia e Rússia, o que refletiu no mapeamento do transporte marítimo em 2023.

Para o presidente da ATP, o desempenho da balança comercial por via marítima sinaliza um panorama “promissor” para o Brasil. “Os investimentos em infraestrutura portuária serão fundamentais para manter a trajetória ascendente”, complementou em nota.

Atualmente, os Terminais de Uso Privado (Tups) são responsáveis por mais de 65% da movimentação de cargas no país, motivo que o presidente da entidade atribui para o aumento da movimentação de cargas por via marítima.



•  

Grande FM
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.