Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
30/08/2023 11h30min - Agronegócio
7 meses atrás

Perspectivas e tendências para os serviços digitais no agronegócio

Atividade reuniu governo com entidades da iniciativa privada

Foto montagem - Grande FM 92,1 ► 
Fonte: Fonte Agrolink



A tecnologia e a era digital aplicadas nas produções rurais são pautas norteadoras desta 46ª Expointer, cujo tema é “A inovação faz o agro mais forte”.  Ao encontro disso, um painel reuniu representantes do Executivo estadual e da iniciativa privada, na manhã desta segunda-feira (28), para discutir “Perspectivas e tendências para os serviços digitais no agronegócio”. A atividade ocorreu no auditório do governo do Estado, localizado no Pavilhão Internacional, e teve participação da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), do Escritório de Desenvolvimento de Projetos (EDP) e do Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Rio Grande do Sul (Procergs).

Mediado pelo diretor do Departamento de Governança de Tecnologia da Inovação (DGTIC) da SPGG, Lucas Benz, o painel abordou a convergência entre serviços digitais e o agronegócio. O diretor-geral do EDP, Hiparcio Stoffel, apresentou alguns dos crescentes números de uso dos serviços estaduais específicos do setor no portal rs.gov.br, além de projetar o uso de novas tecnologias na produção rural.

“A incorporação de tecnologias emergentes permite avançar para outros modelos de negócio, novos nichos e geração de valor. A tecnologia já está presente no agronegócio e é preciso cada vez mais pensar políticas públicas que faça com que ela seja acessível para todos, especialmente o pequeno e médio produtor”, afirmou Stoffel.

A diretora de Infraestrutura e Operações da Procergs, Karen Lopes, apresentou exemplos de aplicações no campo de tecnologias como machine learning, digital twins e deep learning. “A revolução está nos dados, pois a Inteligência Artificial só se dá a partir dos dados. O Estado tem o compromisso de promover as tecnologias que ajudem a lidar com incertezas e riscos, muito presentes no agro”, disse Karen.

Rafael Abreu, diretor de Tecnologia da Be220, empresa focada em inovação e transformação digital, apresentou no evento o AbigeApp, aplicativo que ajuda a combater o abigeato por meio da identificação da propriedade de animais e aceleração na investigação em crimes de furto.



•  

Agrolink
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.