Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
16/11/2023 12h00min - Dourados
7 meses atrás

O Ministério da Saúde discute perfuração de poços para atender aldeias de Dourados MS.


Foto divulgação: Governo Federal ► 
Fonte: Fonte Grande FM



Nesta quinta-feria (15), o secretário de saúde indígena do Ministério da Saúde, Ricardo Weibe Tapeba, disse que a pasta estuda a perfuração de poços nas aldeias de Dourados. Indígenas da cidade, denunciaram a falta de água durante dias de altas temperaturas em Mato Grosso do Sul. Para o secretário, a ação é vista como emergencial. 

Além disso, informou ao lado da ministra Sônia Guajajara — em passagem da Comitiva Participa Parente em MS — que a secretaria de saúde indígena é responsável por cuidar do saneamento nos territórios indígenas. O secretário disse que mesmo com a manutenção do sistema, “ainda é uma área subfinanciada”. Então, para a maior reserva indígena do Estado, buscam “um mecanismo para dar conta dessa realidade, dessa demanda que está reprimida aqui no estado”.

Também apontou que estão elaborando o Programa Nacional de Saneamento em terras indígenas. Por fim, disse que a intenção é responsabilizar outros ministérios para aperfeiçoar a parceria com os estados e municípios. Tem um acordo de cooperação sendo discutido também com a Universidade Federal da Grande Dourados, nós estamos cuidando desse tema saneamento, resíduo sólido e acesso à água por diversos caminhos e com diversas instituições”, finalizou.

Comitiva do Ministério dos Povos Indígenas, liderada pela Ministra Sônia Guajajara, passou por Mato Grosso do Sul ontem (15). 

Os representantes do Governo Federal passaram por MS para reuniões na Caravana “Participa Parente”. O objetivo foi ouvir o posicionamento dos diferentes povos sobre as políticas indigenistas e para que os próprios povos elejam seus representantes que irão compor CNPI (Conselho Nacional de Política Indigenista).

 

Também trata-se da primeira reunião de trabalho entre Governo Federal, Estadual e Municipal, com foco no diálogo com gestores de municípios sul-mato-grossenses que possuem terras indígenas em seus territórios. Com a onda de calor, a Reserva Indígena Federal de Dourados enfrenta desabastecimento de água, agravando ainda mais a situação crônica que afeta as aldeias Jaguapiru e Bororó. O caso foi denunciado por meio de vídeo que circula nas redes sociais e confirmado pelo capitão Ramão Fernandes.



•  

Grande FM
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.