Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
10/01/2024 10h00min - Mato Grosso do Sul
2 meses atrás

Número de novos veículos emplacados cresceu 14% no último ano em Mato Grosso do Sul


Foto divulgação ► 
Fonte: Fonte Campo Grande News



Aumentou o número de novos veículos emplacados em Mato Grosso do Sul, no comparativo de 2022 e 2023. A alta foi de 14%, segundo divulgou o governo estadual, e foi puxada principalmente por ciclomotores, motocicletas e motonetas.

O Estado teve índice de emplacamentos maior do que a média nacional, que apresentou crescimento de 12% no mesmo período, como mostram dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

Em todo o ano de 2023, foram feitos 59.380 novos emplacamentos em Mato Grosso do Sul.

Veículos - Os ciclomotores que atingem até 50 quilômetros por hora de velocidade, as chamadas "cinquentinhas", tiveram o maior aumento percentual nos emplacamentos. Subiu 54,74% o registro desse tipo de veículo no Estado, com 195 novos emplacados circulando nas ruas em 2023, enquanto 2022 teve 126.

O Detran (Departamento Estadual de Trânsito) atribui isso à Resolução nº 996/2023 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) que, entre outras regulamentações, estabeleceu que ciclomotores precisam ser emplacados e o condutor deve portar CNH (Carteira Nacional de Habilitação) na categoria A ou ter ACC (Autorização para Conduzir Ciclomotor).

A segunda maior alta percentual foi a de motocicletas e motonetas. No ano passado, havia 16.522 novas circulação no Estado, representando crescimento de 24,53%, no comparativo com 2022.

Entre os automóveis leves, de quatro rodas, foram 13.980 novos emplacados em Mato Grosso do Sul em 2023. O número é 8,81% maior do que o do ano anterior.

Na avaliação da diretora de veículos do Detran-MS, Priscila Rezende, a alta nos emplacamentos deve-se a uma série de fatores, entre eles o bom momento econômico que Mato Grosso do Sul vive.

Frota - Atualmente, a frota sul-mato-grossense soma 1,8 milhão de veículos, conforme dados do Detran.

A maior parte é de automóveis (828,6 mil). Na sequência, vêm motocicletas (385,1 mil), caminhonetes (205,3 mil) e motonetas (129,8 mil).



•  

Campo Grande News
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.