Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
16/09/2023 15h00min - Dourados
6 meses atrás

Mais de 70% devem presentear e expectativa é que Dia das Crianças movimente R$ 31 mi em Dourados


Agência Brasil ► 
Fonte: Fonte Campo Grande News



Pesquisa divulgada nesta semana pelo IPF/MS (Instituto de Pesquisa da Fecomércio) para o Dia das Crianças mostra que em Dourados, 73,41% das pessoas entrevistadas devem presentear na data, celebrada no dia 12 de outubro. O levantamento mostra ainda que a expectativa é fomentar mais de R$ 31 milhões no comércio local entre a presentes e comemorações. 

Em Mato Grosso do Sul, a previsão é de que o montante chegue a R$ 357,66 milhões, 42% a mais em relação ao ano passado.  Apesar do alto índice superando 2022 no Estado, a economista do IPF-MS, Regiane Dedé de Oliveira, vê aumento ainda maior em algumas cidades, como Dourados.

“Percebemos que em todos os municípios pesquisados haverá aumento, com destaque para Coxim (+61%), Dourados e a região de Corumbá e Ladário, nas quais é esperada uma movimentação 57% maior neste ano. Os consumidores estão mais propensos a presentear e comemorar, sendo que o aumento mais significativo está nas comemorações”, disse.

Na maior cidade do interior sul-mato-grossense, as pessoas que presentearão devem movimentar R$ 19.442.230,00, enquanto com comemorações, a expectativa é do valor alcançar R$ 11.588.011,00. Já o gasto médio com presentes será de R$ 224,49. 

Para efeito de comparação, em 2022 esses números representaram na cidade R$ 13.835.008,00, R$ 5.921.264,00 e R$ 182,66, respectivamente.  Na opinião do analista-técnico do Sebrae MS, Paulo Maciel, com essas perspectivas positivas, o empresariado precisa adotar estratégias para encantar o público infantil. 

“Dispor de um bom atendimento, que seja acolhedor aos pequenos e aos seus pais, o que ajuda a garantir novos negócios futuros com esses clientes”, disse.

Outros números

A pesquisa relativa ao Mato Grosso do Sul mostra que o desconto no pagamento à vista é apontado como principal atrativo para 68,24% dos entrevistados, seguido do parcelamento (35,42%), um bom atendimento (17,35%) e variedade (7,24%). As compras devem ser preponderantemente presenciais (83,77%).

Sobre o presente, os brinquedos são os mais lembrados, com 56,15% das intenções de compras, seguidos  de roupas (35,77%), calçados (18,06%) e eletrônicos (5,27%). 

Dentre os que não irão presentear, a maioria aponta que a razão é por não ter filhos, netos, sobrinhos ou mesmo não ter crianças pequenas. A falta de dinheiro também aparece, entre 13,26% dos entrevistados.

Em relação às comemorações, a pesquisa mostrou que 44,69% será em família e com a compra de ingredientes para o preparo da refeição. Outros 14,77% pretendem fazer um passeio, percentual próximo dos que informaram que devem ir a uma lanchonete, restaurante ou sorveteria com os pequenos.

A pesquisa foi aplicada de 21 a 28 de agosto nas cidades de Campo Grande, Dourados, Ponta Porã, Coxim, Bonito e Corumbá/Ladário e Três Lagoas. Foram ouvidas 1.981 pessoas e o intervalo de confiança é de 95%. 

*Com informações Fecomercio-MS.



•  

Campo Grande News
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.