Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
15/03/2024 12h00min - Mato Grosso do Sul
1 mês atrás

Inovação: agentes de saúde vão receber tablets e smartphones para melhorar produção e aumentar salário


Fonte: Fonte Governo Mato Grosso do Sul/Secom



Durante reunião na Governadoria nesta quinta-feira (14), agentes comunitários de saúde e de combate a endemias de Mato Grosso do Sul foram informados sobre a distribuição de tablets e celulares em abril, visando aprimorar a eficiência do trabalho com o uso da tecnologia. A entrega está marcada para 8 de abril, durante o III Encontro Estadual de Atenção Primária à Saúde, em Campo Grande. Essa iniciativa integra a proposta do governador Eduardo Riedel para aumentar a remuneração mensal dos agentes, vinculada ao cumprimento de indicadores de produção estabelecidos pela SES.

Com quase 8 mil agentes no estado, o piso nacional da categoria é de R$ 2.824 por 40 horas semanais, além de adicionais e bonificações concedidos por algumas prefeituras. Em Mato Grosso do Sul, o governo estadual já paga um complemento mensal de R$ 706 para cada agente. Com a nova proposta, a remuneração poderá chegar a três salários mínimos, implicando um aumento anual de R$ 100 milhões nos gastos públicos.

Os dispositivos móveis serão adaptados às necessidades específicas dos agentes, utilizando aplicativos versáteis para ampliar a cobertura da atenção primária e do controle vetorial. Marcos Espíndola de Freitas, coordenador de tecnologia e informação da SES, estima um investimento anual de cerca de R$ 1,2 milhão para controle de endemias e de R$ 4 milhões para os agentes comunitários de saúde.

Os critérios para aumento na produção foram detalhados por secretários de governo aos representantes da categoria. Frederico Felini, secretário estadual de administração, apresentou uma resolução estadual comprometendo-se com metas que, se alcançadas, resultarão em ganhos financeiros adicionais para os agentes, a serem pactuados com os municípios.

Representantes dos agentes destacam a importância da melhoria no atendimento e aguardam os próximos passos estabelecidos pelo governo. Ivo Alexandre, presidente da comissão formada pela categoria, está em negociação para viabilizar as medidas imediatas e solicita prazos para as adaptações necessárias.



•  

Governo Mato Grosso do Sul/Secom
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.