Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
29/11/2023 12h00min - Tecnologia
3 meses atrás

IA pode otimizar indústria da comida típica

O agronegócio brasileiro é um dos mais respeitados e fortes do mundo

Foto reprodução: Canva/Grande FM ► 
Fonte: Fonte Agrolink



A alimentação diária das famílias brasileiras é caracterizada pela presença constante de arroz e feijão, complementados por carne, vegetais e salada. A cadeia agrícola que sustenta esses alimentos pode ser otimizada com tecnologias de Inteligência Artificial (IA). Eduardo Vargas, da Graymatics, destaca a previsão de melhorias no plantio, colheita e distribuição desses grãos utilizando IA em vídeos e Drones. Essas soluções não visam apenas aumentar a eficiência, mas também melhorar a segurança dos trabalhadores, sendo particularmente relevantes durante a colheita em novembro.

“O agronegócio brasileiro é um dos mais respeitados e fortes do mundo e, nos últimos anos, temos visto o crescimento do uso de tecnologia dentro e fora das fazendas. Contudo, ainda existem desafios relacionados à qualidade das safras e segurança dos colaboradores, assim como manutenção e funcionamento das diversas máquinas envolvidas na gestão e logística do processo produtivo, especialmente quando os grãos chegam às indústrias para serem processados, embalados e distribuídos. Em uma estrutura operacional robusta, manter o controle sobre tantas variáveis em diferentes espaços ao mesmo tempo é desafiador”, explica.

A safra de arroz prevista para 2023/24 aponta um aumento de 7,7% na área plantada e na produtividade média, chegando a 10,8 milhões de toneladas. No caso do feijão, a projeção é de 3,1 milhões de toneladas, representando um acréscimo de 0,8% em relação à temporada anterior. A implementação de câmeras com Inteligência Artificial, Machine Learning e Big Data Analytics impulsionou melhorias na produção, permitindo análises em tempo real, redução de acidentes, coleta de dados de mercado e identificação de problemas nas plantações e máquinas.



•  

Agrolink
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.