Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
21/06/2023 10h30min - Economia
9 meses atrás

Governo suspende cobrança de Pix de empresas por parte da Caixa


Agência Brasil ► 
Fonte: Fonte Grande FM



O governo federal emitiu uma ordem para que a Caixa Econômica Federal suspenda a cobrança de tarifas nas transferências financeiras instantâneas entre pessoas jurídicas. 

Em comunicado, o banco confirmou que não realizará mais essa cobrança. Essa decisão ocorre após a instituição anunciar que começaria a cobrar a partir de 19 de julho, exceto para Microempreendedores Individuais (MEIs) e pessoas jurídicas públicas. A Caixa informou que a cobrança havia sido autorizada pelo Banco Central e já era realizada por outros bancos.

Conforme o plano inicial da Caixa, as tarifas seriam aplicadas nas transferências de recursos entre pessoas jurídicas e físicas, utilizando o Pix, tanto para pagamentos iniciados por terceiros quanto para envio de transferências entre pessoas jurídicas com inserção manual de dados e chave Pix. 

Os valores cobrados pelo banco público variariam entre R$ 1 como valor mínimo e R$ 8,50 como valor máximo. No caso de recebimento de Pix por pessoa jurídica, os valores poderiam chegar a R$ 130. 

O Pix se tornou o meio de pagamento mais utilizado no Brasil desde o seu lançamento em 2020, registrando mais de cem milhões de transações em dezembro do ano passado, impulsionado pelo pagamento do 13º salário. 

Anteriormente, o recorde diário havia sido alcançado em 30 de novembro, com 99,4 milhões de transações.



•  

Grande FM
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.