Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
09/08/2023 09h30min - Mato Grosso do Sul
7 meses atrás

Governo planeja aplicar pavimento de concreto em rodovias com movimento intenso de cargas

Comitiva de MS viajou ao Paraná para conhecer técnica utilizada em corredor logístico que liga o Sudoeste paranaense ao Porto de Paranaguá

Foto divulgação: Chico Ribeiro ► 
Fonte: Fonte Governo Mato Grosso do Sul/Secom



Com vida útil de até 20 anos e baixo custo de manutenção, o pavimento rígido de concreto tem sido utilizado há anos em rodovias brasileiras. Segundo engenheiros, a técnica supera o asfalto quando se trata de benefícios às rodovias e também aos motoristas. Além de durar mais, o concreto proporciona maior resistência da estrada ao tráfego de veículos pesados, mais segurança contra derrapagens e melhores condições de drenagem de águas da chuva.

Embora seja bastante utilizado por estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Mato Grosso, o pavimento de concreto ainda é novidade para Mato Grosso do Sul. “É uma modernidade em termos de pavimentação que o governador Eduardo Riedel quer usar no nosso Estado, principalmente nas regiões produtoras onde existe muito movimento de caminhões com cargas pesadas”, explicou, na terça-feira ( 8 ), o secretário Hélio Peluffo, da Seilog (Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística).

Acompanhado dos diretores da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), Peluffo fez visita técnica à rodovia paranaense PRC-280, que passou recentemente por obra de restauração em pavimento rígido de concreto, no trecho entre as cidades de Palmas (PR) e General Carneiro (PR), no acesso a Santa Catarina. A estrada, que liga o Sudoeste paranaense ao Porto de Paranaguá, é considerada um dos principais corredores logísticos do Estado.

“Nessa rodovia, foi utilizada a técnica whitetopping, que consiste na restauração do pavimento onde a estrutura existente (asfalto) foi aproveitada como base para a implantação de uma camada rígida de concreto, que dá maior durabilidade, maior resistência e maior capacidade de tráfego. A expectativa é implementar isso em nosso Estado”, explicou o diretor de Projetos e Orçamentos da Agesul, Dalvim Romão Junior. 

Atualmente, Mato Grosso do Sul não possui nenhuma rodovia com pavimento rígido de concreto.



•  

Governo Mato Grosso do Sul/Secom
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.