Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
14/11/2023 15h00min - Educação
4 meses atrás

Gabarito oficial do Enem 2023 será divulgado nesta terça-feira


foto divulgação ► 
Fonte: Fonte Campo Grande News



O gabarito oficial do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2023 será divulgado ainda nesta terça-feira, dia 14 de novembro, a partir das 19 horas, na página do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais): https://www.gov.br/inep/pt-br.

Inicialmente, ele só sairia em 24 de novembro -- a antecipação foi divulgada na noite de domingo (12), após o segundo dia de provas.

Por quê? É que a prova é corrigida por um sistema chamado Teoria de Resposta ao Item (TRI), que privilegia a coerência no desempenho do candidato.

Por exemplo: se alguém acerta as questões mais difíceis, mas erra aquelas consideradas fáceis, provavelmente "chutou" as alternativas. A nota será menor do que a do aluno que garantiu os acertos das mais simples e só errou as mais complexas.

Ou seja, dois alunos que acertaram exatamente o mesmo número de perguntas podem tirar notas diferentes.

Como usar a nota do Enem?

Com as notas do Enem, os participantes podem pleitear vagas em instituições de ensino superior públicas ou privadas -- tanto no Brasil quanto no exterior.

No exterior

PORTUGAL

Em Portugal, 51 instituições, incluindo universidades, institutos politécnicos e escolas superiores, aceitam as notas do Enem em seus processos de admissão. O país europeu é o que mais aceita o Enem como vestibular, além do Brasil, graças a um acordo entre os dois governos.

ESTADOS UNIDOS

Pelo menos 4 universidades dos Estados Unidos aceitam a nota do Enem como critério de ingresso. O processo seletivo para estas instituições também pode envolver outros passos, como o exame de proficiência em inglês e o comprovante de conclusão do ensino médio. 

REINO UNIDO

Algumas universidades do Reino Unido levam em conta a nota do Enem no processo de admissão. Outros passos também podem ser necessários no processo de admissão e matrícula.

CANADÁ

A Universidade de Toronto está entre as que aceitam o Enem

No Canadá, pelo menos a Universidade de Toronto e a Universidade Metropolitana de Toronto aceitam o Enem como parte do processo de ingresso em suas graduações. As universidades também podem estabelecer outras etapas para o processo de admissão.

Como o Enem é usado no Brasil

O governo federal tem três programas nacionais para ingresso no ensino superior por meio das notas do Enem. Eles funcionam para admissão em universidades públicas, concessão de bolsas em instituições privadas ou financiamento de cursos em faculdades particulares.

SISU

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é o programa do Ministério da Educação (MEC) que seleciona estudantes para universidades públicas.

Como funciona: O aluno pode mudar suas opções de curso no sistema quantas vezes quiser, ao longo do período de inscrição, tomando como base as notas de corte parciais divulgadas diariamente. Há vagas para cotistas (as regras variam de instituição para instituição).

Pré-requisitos: ter prestado a edição mais recente do Enem e tirado nota superior a zero na redação.

PROUNI

O Programa Universidade para Todos (Prouni) é uma iniciativa do MEC que oferece bolsas integrais (100%) e parciais (50% de desconto) em instituições de ensino particulares.

Como funciona: O candidato deve indicar, em ordem de preferência, até duas opções de curso (selecionando a instituição de ensino e o turno). Depois, é necessário marcar se quer participar na modalidade de ampla concorrência ou de cotas. Por fim, precisa monitorar, a cada dia, a nota parcial para aqueles cursos. Se quiser, pode mudar suas escolhas (valerá a última opção marcada no período de inscrições).

Pré-requisitos: Ter feito o Enem em uma das duas últimas edições, com média mínima de 450 pontos nas áreas de conhecimento e nota superior a zero na redação. É preciso também pertencer a uma família com renda per capita de até 3 salários mínimos e ter ensino médio completo (em escola pública ou particular). Há vagas para pessoas com deficiência e professores da rede pública.

Tipos de bolsa: integral (renda familiar mensal per capita de até 1,5 salário mínimo) e parcial (que cobre 50% da mensalidade, para renda familiar mensal per capita de 1,5 a 3 salários mínimos).

FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) é um programa do governo federal que paga parte das mensalidades de estudantes em universidades e faculdades privadas, com a contrapartida de os beneficiários quitarem o financiamento após a formatura.

Como funciona: O crédito pode cobrir de 50% a 100% da mensalidade do curso, com juros que dependem da renda familiar do candidato.

Pré-requisitos: Pode se inscrever no processo seletivo quem participou de qualquer edição do Enem desde 2010, com média mínima de 450 nas cinco áreas do conhecimento e nota superior a zero na redação. O candidato deve ter renda familiar mensal per capita de até 3 salários mínimos.

Alvo de críticas, o Fies não garante o financiamento de 100%, e os alunos, sem condições de pagar o restante, acabam depois se endividando.

Universidades privadas no Brasil

Há instituições privadas de ensino superior que usam a nota do Enem no processo seletivo ou que oferecem descontos nas mensalidades a partir do desempenho do candidato nesse exame. As regras e datas variam de universidade para universidade.



•  

Campo Grande News
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.