Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
28/09/2023 11h30min - Geral
9 meses atrás

Frutas perdem nutrientes ao serem congeladas? Médica explica cuidados

Entre os pontos importantes estão a higienização correta e a escolha de recipientes adequados para o armazenamento

Foto reprodução: Canva/Grande FM ► 
Fonte: Fonte TV Cultura / UOL



A adição de frutas na alimentação diária traz benefícios para todo o corpo, uma vez que apresentam vitaminas, minerais e antioxidantes. Congelá-las é uma prática cada vez mais comum para aqueles que desejam prolongar a vida útil dos alimentos, além de garantir praticidade e economia.

No entanto, uma questão ronda o assunto: será que ao levá-las ao congelador elas perdem os benefícios nutricionais que oferecem?

Em entrevista exclusiva ao site da TV Cultura, Lorena Balestra, médica pós-graduada em Nutrologia e Endocrinologia explica que a resposta para essa pergunta não é tão simples, já que a retenção depende de inúmeros fatores, como, por exemplo, a escolha da fruta em questão e em quanto tempo o processo ocorreu.

O primeiro ponto a se pensar após a compra é a higienização correta de cada uma delas, que deve ser feita em temperatura ambiente.

Deixá-las de molho brevemente pode ajudar a remover resíduos, mas não é necessário. Entretanto, caso a pessoa opte por fazê-lo, é importante não esquecer de lavar em água corrente. Secá-las em seguida também é uma boa prática, que pode ajudar na conservação e em evitar que fiquem excessivamente úmidas e estraguem.

“Idealmente, é melhor lavar e congelar as frutas no mesmo dia para manter a frescura, mas elas podem ser lavadas antes e congeladas em seguida. É importante se atentar para congelar aquelas que já estão maduras e não congelar as que ainda estão mais verdes, a não ser que essa seja a intenção”, explica.

Segundo a especialista, os recipientes que irão armazená-las no congelador devem ser à prova de umidade e herméticos, para evitar a formação de cristais de gelo. A presença de papel toalha dentro dos potes não é necessária, diferente do que é indicado ao levá-las para a geladeira após lavadas e secas.

A maioria das frutas pode ser congelada por até seis a 12 meses, sem perder nutrientes de forma significativa, desde que sejam armazenadas adequadamente.

Cuidados especiais

Algumas delas podem sofrer alterações na textura ou no sabor após o congelamento. O que exige que alguns cuidados especiais sejam tomados.

De acordo com Lorena, a melancia e o melão, que apresentam alto teor de água, sofrem essas duas modificações. O mais indicado nesse caso é batê-las no liquidificador, sem adição de água, e congelar a fruta batida, como se fosse a polpa congelada.

Já bananas, abacates, peras e maçãs podem escurecer. Para evitar isso, a médica indica que as frutas sejam mergulhadas em água com suco de limão antes.

Por outro lado, para frutas com caroços ou sementes, como pêssegos, é recomendável removê-los antecipadamente, a menos que possam ser usados em receitas posteriormente.

Como o descongelamento deve ser feito?

O descongelamento deve ser feito dentro da geladeira, e não fora dela, como muitos pensam, para que a ação seja promovida de forma gradual, sem a perda de textura.

“Se desejar, você pode usá-las em smoothies ou em receitas diretamente do congelamento, mas deve evitar descongelar e recongelar repetidamente”, ressalta Lorena.



•  

TV Cultura / UOL
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.