Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
18/09/2023 19h00min - Mato Grosso do Sul
6 meses atrás

Exportação de industrializados de Mato Grosso do Sul é a maior registrada

A indústria respondeu por 49% de toda a receita de exportação do MS.

Foto reprodução: Tribuna MS ► 
Fonte: Fonte Tribuna Ms



A receita com a exportação de produtos industriais alcançou em agosto US$ 466,9 milhões, indicando recuo de 3% em relação ao mesmo mês de 2022, quando o valor ficou em US$ 480,1 milhões. Já no acumulado de 2023 a receita total alcançou US$ 3,545 bilhões de dólares, proporcionando crescimento de 7% em relação ao mesmo período de 2022, quando o valor ficou em US$ 3,308 bilhões.

Esta é a maior receita já alcançada com a exportação de produtos industriais no período de janeiro a agosto. “Quanto à participação relativa, a indústria respondeu por 49% de toda a receita de exportação de Mato Grosso do Sul no último mês, sendo a mesma participação no acumulado do ano até aqui”, afirmou o economista-chefe da Fiems, Ezequiel Resende.

Grupos que apresentaram maior participação nas receitas de exportação

Ainda de acordo com Ezequiel Resende, os segmentos industriais que apresentaram maior participação nas receitas de exportação foram “Celulose e papel”, “Complexo frigorífico” e “Óleos vegetais e demais produtos de sua extração”, respondendo por 76% das exportações no período entre janeiro e agosto.

No grupo “Celulose e papel”, a receita com exportações de industrializados alcançou em agosto deste ano US$ 89,3 milhões. 

Já no acumulado de janeiro a agosto, o valor foi de US$ 972,3 milhões. Os principais produtos exportados foram pastas químicas de madeiras e os principais compradores foram China, Estados Unidos, Itália, Holanda e Argentina.

Com relação ao grupo “Complexo frigorífico”, as exportações atingiram em agosto US$ 124,3 milhões, enquanto que no acumulado do ano, o valor chegou a US$ 910,4 milhões. Os principais produtos comercializados foram carnes desossadas congeladas de bovino, pedaços e miudezas congelados de frango, carnes desossadas e refrigeradas de bovino e carne de suíno congelada. Os principais importadores foram China, Chile, Estados Unidos, Japão e Emirados Árabes.

Já quanto ao grupo “Óleos vegetais e demais produtos de sua extração”, a receita com exportações foi de US$ 87,1 milhões em agosto e de US$ 731,5 milhões entre os meses de janeiro e agosto. Os principais produtos exportados foram bagaços e resíduos da extração do óleo de soja, farinhas e pellets da extração do óleo de soja, óleo de soja bruto, óleo de soja refinado, farelo de milho e óleo de milho bruto. Os principais países compradores foram Holanda, Polônia, Índia, Indonésia e Venezuela.



•  

Tribuna Ms
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.