Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
26/04/2024 17h30min - Dourados
4 semanas atrás

Exército diz que pista do Aeroporto está 'operável' e aguarda documentação para entrega da obra


Foto reprodução: Dourados News  ► 
Fonte: Fonte Dourados News



A pista do Aeroporto Regional Francisco Pereira de Matos já está “100% operável” e agora a liberação para o local voltar a receber aeronaves depende de trâmites como vistorias e documentações. A informação foi repassada pelo 9º BEC (Batalhão de Engenharia e Construção), responsável pela obra da mesma unidade, durante coletiva de imprensa, que ocorreu na manhã desta sexta-feira (26).

Uma visita às ações já executadas no local foi feita por autoridades políticas, direção local, responsáveis do 9° BEC, bombeiros militares, entre outros, nesta manhã.  Conforme o coronel Bartolomeu Herbert Bezerra de Mello, do 3º Grupamento de Engenharia, desde o dia 17 de abril, a pista está “completa”, inclusive com a pintura e sinalização já conclusas. Agora, é aguardada uma documentação de uma empresa terceirizada para dar andamento a uma posterior homologação junto aos órgãos competentes.  

“Estamos finalizando serviço de uma parte que não impacta na operação do aeroporto e estamos esperando hoje da empresa Projetista, que é uma empresa terceirizada, nos entregar uma documentação necessária para iniciar o processo de homologação por parte da prefeitura. A empresa nos prometeu para 3 ou 4 de maio, semana que vem entregar essa documentação, que viabiliza o início do processo por parte da administração do aeroporto. Aí a prefeitura começa junto a Cindacta (Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo) e Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) esse processo de homologação, necessário para que aviação comercial possa pousar e decolar”, explica.  

Para a diretora do Aeroporto, Gisele Marques, as expectativas para a seguimento das ações para que a unidade volte a operar são positivas. Ela destaca a existência de um Notam (Aviso aos Aeronavegantes) sobre interrupção de serviços vigente até o fim de junho e diz que não há intenção de prorrogação deste documento. 

“Após o recebimento da prefeitura desses documentos que a gente tem que inserir no sistema, começa o prazo da Agência Nacional que vai analisar e tem o prazo deles. Assim que postado essa documentação a gente já pode estar abrindo o aeroporto e posteriormente virão os técnicos da Anac para fazer a inspeção ‘inloco’ .Temos um Notam que está publicado até o dia 28/06 e não temos expectativas de prorrogar, então gente está trabalhando com esses processos dentro dessa data que já está publicada”, disse. 

Ainda conforme o 9° BEC, ainda estão em andamento no local os serviços de pavimentação do restante da Taxiway “B”, pavimentação da Taxiway “C”, construção da via operacional do aeroporto, os quais não impedem o funcionamento do local, caso seja liberado. 

Presente na visita, o vice-governador José Carlos Barbosa citou que quanto ao receptivo de passageiros, o qual ficou a cargo do Governo do Estado, os trâmites estão sendo feitos.

Ele destacou preocupação quanto a ausência de uma base do Corpo de Bombeiros no local.  

“Quanto a questão do receptivo, vai ser licitado pelo Governo do Estado, o projeto já foi entregue ao Ministério dos Portos e Aeroportos e a há um compromisso do Ministério que até o dia 15 de maio, eles autorizem o Governo do Estado a iniciar o processo licitatório, feito isso, tem aquela tramitação para construção do terminal, é importante dizer que a falta do terminal não impede funcionamento do aeroporto, agora um assunto que me preocupa muito é relacionado aos bombeiros não tem uma estrutura aqui para o funcionamento dos bombeiros e sem bombeiro não tem aeroporto”, apontou. 

Um dos propositores da visita, Geraldo Resende, destacou que tem buscado acompanhar a retomada dos serviços no local ‘de perto’.   Ele destacou ainda a importância da ‘união’ das autoridades competentes nesse processo. 

“Há uma morosidade, há uma queixa de todo setor da cidade e colocamos isso como “tarefa” do mandato. Temos trabalhado intensamente, hora com o ex-ministro Marcio França, agora com o atual ministro Silvio Costa, com a Secretaria de Aviação civil e agora a gente tem a possibilidade de terminar a confecção do projeto que está sendo elaborado pelo Governo do Estado do novo receptivo, apontaram para a primeira quinzena de maio e a gente espera que o Governo do Estado faça a licitação, o recurso da obra do novo receptivo já está no PAC -Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal e esperamos que seja iniciada ainda nesse primeiro semestre a obra do novo receptivo. Enquanto isso vamos trabalhar para que o aeroporto volte a funcionar na estrutura antiga, aí é uma tarefa do município, junto ao Governo do Estado e aos órgãos competentes para homologar essa pista para que volte a funcionar e nós tenhamos voos diretos para os grandes centros do pais”, disse. 

Pela manhã, o prefeito Alan Guedes (PP) falou ao Dourados News sobre os trabalhos no Aeroporto e relatou não 'cravar' mais prazos para que o local volte a funcionar. 

"Vamos aguardar a entrega, nós não vamos cravar prazo mais, porque toda vez que foi dado [prazo em relação a entrega], ele foi frustrado por alguma razão que não vem ao caso. Eu não estou fazendo juízo de valores dobre a frustração do prazo, mas não foram cumpridos. Agora sabemos que a obra está em um estágio de quase pronta. Essa primeira etapa é a que permite a volta da operação. Depois trabalharemos pela homologação. Tudo que poderia ser feito para agilizar a homologação antes da obra ser concluída, nós já fizemos", disse. 

O Aeroporto está fechado há quase três anos para a reforma da pista. Conforme ainda apurado pelo Dourados News durante a visita, cerca de R$ 95 milhões de reais foram investidos na unidade, nesse período. 



•  

Dourados News
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.