Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
16/08/2023 12h30min - Esporte
7 meses atrás

Espanha e Inglaterra protagonizam final inédita no Mundial feminino

Países buscam seu primeiro título na história da competição

Fonte: Fonte Agência Brasil



Seja lá o que acontecer no domingo (20), em Sidney (Austrália), uma coisa já é certa: a Copa do Mundo de futebol feminino terá uma campeã inédita. 

Inglaterra e Espanha não apenas nunca levantaram o título, como também nunca haviam alcançado esta etapa do torneio. A presença das inglesas, por um lado, é a continuação de uma ascensão no cenário mundial, com duas semifinais nas últimas duas edições e um título europeu no ano passado. A Espanha, por sua vez, é uma surpresa ao decidir o título estando apenas em sua terceira participação em Copas.

Nas quatro primeiras edições da Copa do Mundo feminina (1991, 1995, 1999 e 2003) a seleção inglesa esteve presente apenas uma vez, em 1995. Desde 2007, no entanto, conseguiu se classificar todas as vezes. Um detalhe interessante é que sempre que disputou a competição a Inglaterra conseguiu avançar de fase: foi até as quartas em 1995, 2007 e 2011, parou na semi em 2015 e em 2019 e agora chega à decisão.

Já a Espanha estreou em Copas femininas apenas em 2015, no Canadá. Naquela ocasião caiu no mesmo grupo do Brasil e terminou em último lugar na chave, atrás também da Coreia do Sul e da Costa Rica. Em 2019, na França, conseguiu avançar às oitavas, onde parou nos Estados Unidos, que acabaram vencendo a competição.

Domínio dos EUA

A seleção dos Estados Unidos, além de ser a maior vencedora da história da Copa do Mundo, com quatro títulos (1991, 1999, 2015 e 2019), é também a que chegou a mais finais: foram cinco, contando com a derrota para o Japão em 2011.

Na sequência, a Alemanha, vencedora em 2003 e em 2007, tem três participações em finais, já que perdeu a decisão de 1995 para a Noruega.

Empatadas com duas decisões cada estão Noruega e Japão. As duas seleções têm um título e um vice-campeonato cada.

China, Suécia, Brasil e Holanda estiveram na final uma vez cada, sempre saindo derrotadas.



•  

Agência Brasil
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.