Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
01/11/2023 11h00min - Cultura
4 meses atrás

Escritório do Ministério da Cultura quer aproximar MS de Brasília

Produtora cultural, Caroline Garcia de Souza foi nomeada para assumir o Escritório Estadual

Reprodução: Paulo Francis /Campo Grande News ► 
Fonte: Fonte Campo Grande News



Em fase de implantação, o novo Escritório Estadual do Ministério da Cultura quer aproximar Mato Grosso do Sul das políticas públicas de Brasília. A fala é da produtora cultural e coordenadora do núcleo, Caroline Garcia de Souza, nomeada pelo Governo Federal em outubro.

Aguardando pela disponibilização da sede, que será junto à superintendência regional do Ministério de Gestão e Inovação, no bairro Amambaí, Caroline explicou o que significa existir um escritório da pasta em Mato Grosso do Sul.

“A ideia dos escritórios é ter um braço do ministério em todos os estados, fazer com que as políticas públicas cheguem mais nos agentes, gestores municipais, estaduais e nas organizações de base comunitária”, disse a coordenadora.

Consequentemente, com uma representação regional, o objetivo é fazer com que haja um acesso descentralizado dos recursos que vêm de Brasília. “São várias políticas que visam descentralizar não só territorialmente, mas também visam dar uma expertise maior para que os núcleos e os agentes consigam obter esses recursos”.

De acordo com Caroline, devido ao escritório não possuir verba própria, seu cunho será mais focado no diálogo e na capacitação. “Queremos trazer mais informação sobre as políticas do Governo Federal para a cultura. É importante articular com esses diferentes entes, sempre visando fortalecer as instâncias do sistema nacional de cultura”, detalha.

E, para colocar isso em prática, ela defende que os atos serão realizados em rede. “Temos a Rede dos Pontos de Cultura, o Comitê de Cultura que está em fase de edital, agentes territoriais que também serão selecionados por edital”, diz. 

Como próximos atos, a coordenadora pontua que ações de capacitação e escutas estão previstas. “A ideia é colaborar para que os agentes, os gestores municipais e estaduais tenham acesso aos investimentos e às lógicas dessas políticas, que estão mudando”.

Indicada ao cargo pelos deputados Pedro Kemp (PT) e Camila Jara (PT), Caroline faz parte do Fórum Estadual de Cultura e já foi conselheira no Conselho Nacional de Política Cultural. Graduada em Comunicação Social pela Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, é pós-graduada em Projetos Educacionais pelo Centro Universitário Senac SP.

Para mais informações sobre o escritório e ações a serem realizadas, o contato de Caroline é caroline.souza@cultura.gov.br. 



•  

Campo Grande News
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.