Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
23/04/2024 16h00min - Tecnologia
3 meses atrás

Empresa promete tornar construção mais barata e menos poluente usando robôs


Imagem: Automated Architecture/New Atlas/Reprodução ► 
Fonte: Fonte Grande FM



O setor da construção é um dos maiores emissores de poluentes no mundo, representando cerca de 37% de todas as emissões. No entanto, é também um dos maiores empregadores, com 7% da força de trabalho. Uma empresa britânica propôs usar robôs para reduzir essa pegada ambiental.

A Automated Architecture (AUAR), responsável pela ideia, propõe minifábricas robóticas que fornecem material e tecnologia para construção de casas de baixo consumo de energia pelo preço de uma casa normal. Os robôs operam sem pausas, reduzindo custos de mão de obra em 30% e sendo 80% mais rápidos que os humanos, diminuindo custos em abastecimento, transporte e logística.

A CEO da AUAR, Mollie Claypool, destaca as vantagens: “Há uma urgência por casas sustentáveis e acessíveis. Os robôs e a IA permitem-nos fornecer habitações de alta qualidade a custos significativamente mais baixos, aumentando as margens e a produtividade, e reduzindo custos para os utilizadores finais.”

Cada minifábrica da AUAR custa US$ 300 mil, aproximadamente R$ 1,5 milhão, mas pode gerar cerca de US$ 1,3 milhão por ano às empresas que aderirem. A empresa estima cerca de 3 mil possíveis clientes na União Europeia e na América do Norte, com planos de expansão para outros países.

A adesão ao projeto já começou na Europa, com conversas em andamento em países como Canadá, Espanha, Suécia, Portugal, França e Holanda. Nos EUA, a Rival Holdings será o primeiro sócio, destacando o papel da inovação no setor de construção.

Até 2030, a AUAR planeja ter 40 parceiros e construir 75 mil residências por ano.



•  

Grande FM
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.