Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
27/07/2023 18h00min - Geral
8 meses atrás

Embrapa - II Simpósio de Sistemas Intensivos de Produção acontece no mês de agosto em Campo Grande MS

Ferramentas digitais e desafio climático serão debatidos em Simpósio de Sistemas Intensivos de Produção

Imagem: Embrapa ► 
Fonte: Fonte Embrapa



O uso de ferramentas digitais e o debate sobre os desafios da mudança climática terão espaço com a participação da Embrapa Agricultura Digital  no II Simpósio de Sistemas Intensivos de Produção (II SIP). O evento promovido pela Embrapa, por meio da Embrapa Agropeciaria Oeste, e pela Associação Brasileira de Produtores de Algodão (Abrapa) será realizado no auditório da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEM), Campo Grande/MS, entre os dias 15 e 17 de agosto. 

 

A primeira mesa redonda do evento, marcada para a tarde do dia 15, vai abordar o “Uso de ferramentas digitais no planejamento, na adoção e na avaliação dos sistemas intensivos de produção”. Integram a mesa o pesquisadorAryeverton Fortes de Oliveira , da Embrapa Agricultura Digital, Leandro Barbosa  da Farmers Edge, e Ronei Sandri Sana, representante da SLC Agrícola. 

 

A edição tem como tema central a intensificação sustentável da produção agropecuária, em que questões relativas ao clima são preponderantes. “Nesse contexto, a intensificação e expansão sustentável da agropecuária brasileira depende do desenvolvimento de uma cultura de gestão de riscos”, afirma o pesquisador da Embrapa Agricultura Digital, Eduardo Monteiro – que coordena  o Programa de Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC) pela Embrapa e falará no dia 17/8.

 

O aumento da exposição ao risco tornou-se o “novo normal” e o impacto das mudanças climáticas deve exacerbar ainda mais esses desafios, diz Monteiro. Eventos adversos extremos exercem impacto negativo na agropecuária e em todos os seus setores: cultivos, pecuária, silvicultura, pesca, aquicultura e nos sistemas agroalimentares, avalia. 

 

“Não apenas no Brasil, mas no mundo, eventos meteorológicos extremos impactaram os mercados de matérias-primas e alimentos nos últimos anos, causando prejuízos ao setor agropecuário mas também pressão inflacionária afetando a sociedade como um todo”, aponta Monteiro 

 

A recomendação do pesquisador é o fortalecimento das capacidades nacionais e locais para lidar com riscos crescentes, bem como o monitoramento e a avaliação sistemática para o fomento de políticas e ações de redução de riscos. 

 

Monteiro debaterá ao lado de Cláudio Furukawa, da Cooperativa Agrícola Sul Matogrossense (Copasul) e do produtor rural Paulo Eduardo Lima, da Associação dos Irrigantes do Estado de Mato Grosso do Sul (AIEMS). Acesse aqui a programação completa. 

 

 

O Simpósio visa proporcionar a troca de conhecimentos entre participantes, contando com o apoio da Ampasul, Aprosoja, Famasul, Governo de Mato Grosso do Sul/Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Semadesc), Sistema OCB/MS e UEMS. O II SIP é patrocinado pela Bayer, CHD´s Brasil, Sicredi, Rede ILPF e Syngenta.

*com informações:  Sílvia Zoche Borges do Núcleo de Comunicação Organizacional (NCO)

                                       Embrapa Agropecuária Oeste

                                       Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) / Dourados - MS



•  

Embrapa
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.