Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
23/10/2023 19h00min - Mato Grosso do Sul
4 meses atrás

Em reunião no BNDES, governador de MS avança em pacote de obras, concessões e fundo para o Pantanal


Foto reprodução: Secom Mato Grosso do Sul ► 
Fonte: Fonte Governo Mato Grosso do Sul/Secom



O governador Eduardo Riedel se reuniu segunda-feira (23) com o presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Aloísio Mercadante. Na sua avaliação o encontro foi produtivo para avançar em pautas importantes ao desenvolvimento do Estado, entre elas o empréstimo de R$ 2,3 bilhões para um pacote de obras em infraestrutura, assim como concessões em parques da Capital e a criação de um fundo de investimentos ao Pantanal.

“Foi uma reunião produtiva, toda equipe vai sair daqui com muito dever de casa a ser feito para a gente avançar nestes grandes projetos. Avançamos muito bem em relação ao empréstimo de R$ 2,3 bilhões que vai acelerar um conjunto de obras de infraestrutura rodoviária, que estamos fazendo em todas regiões do Estado”, afirmou o governador.

Este recurso vai viabilizar um programa de investimentos na área de infraestrutura, com obras em 900 km de rodovias estaduais. O pacote prevê a pavimentação de 600 km em rodovias estaduais e mais 300 km de restauração de estradas, para melhorar e ampliar a malha rodoviária.

Entre as obras previstas está a pavimentação da MS-134, no trecho que fica entre a MS-040 e a BR-267, no distrito de Casa Verde, assim como a restauração da MS-276, que vai do distrito de Indápolis ao município de Deodápolis.

Mato Grosso do Sul vai viabilizar estes recursos por meio da linha “BNDES FINEM”, que visa financiar projetos de investimentos públicos voltados ao aumento da capacidade produtos e fomento a diversos setores da economia. Esta linha tem baixo risco, com condições facilitadas, dispondo de juros reduzidos e prazo de amortização considerada maior em relação às demais instituições financeiras nacionais.

Pantanal

Outra discussão em pauta é a criação de um fundo para região do Pantanal. “Nós vamos avançar na constituição de um fundo para o Pantanal, que se trata de um bioma único que precisa de investimentos. Os produtores precisam de linhas de crédito específicas, assim como grandes projetos que contribuam para manutenção e desenvolvimento do bioma”, descreveu o governador.

Ele destacou que o foco é viabilizar alternativas e novas oportunidades ao Pantanal, que tenham como objetivo a preservação e desenvolvimento responsável na região. “Este fundo vai poder oportunizar tanto os entes públicos e privados, para garantir o desenvolvimento sustentável do nosso Pantanal”, completou.

No encontro ainda foi tratado sobre os projetos de concessão de alguns parques de Campo Grande, como o Parque das Nações Indígenas, Bioparque Pantanal e Parque do Prosa, que segundo o governador, também tiveram avanços em seus processos.

A reunião ocorreu no escritório do BNDES no Rio de Janeiro. A comitiva do Estado também contou com a presença dos secretários Jaime Verruck (Semadesc), Hélio Peluffo (Seilog) e Eliane Detoni (Escritório de Parcerias Estratégicas).



•  

Governo Mato Grosso do Sul/Secom
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.