Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
29/06/2023 20h00min - Cultura
9 meses atrás

Editora da UFGD disponibiliza software gratuito que transforma livros virtuais em áudio

Ferramenta permitirá que pessoas cegas ou com baixa visão possam ouvir os livros publicados pela Editora

Foto reprodução: UFGD ► 
Fonte: Fonte UFGD



A Editora da Universidade Federal da Grande Dourados (EDUFGD) acaba de disponibilizar, em sua página do Portal UFGD, o download gratuito da ferramenta Bookworm, um programa de computador que transforma arquivos de PDF em arquivos de áudio. Dessa forma, pessoas cegas ou com baixa visão poderão ouvir praticamente todos os livros publicados pela Editora.“A acessibilidade, em toda a abrangência do termo, é uma prioridade para a EDUFGD, pois não há difusão de conhecimento se ele não for compartilhado e discutido no mais amplo alcance. A Editora constituiu um grupo de trabalho ainda no final de 2022 para estudar a melhor forma de disponibilizar seu catálogo de forma acessível para as pessoas com deficiência visual. Contamos também com as trocas e os diálogos com o Núcleo Multidisciplinar para Inclusão e Acessibilidade (NUMIAC), que se mostrou disponível a essa construção conosco”, conta a coordenadora da EDUFGD, Marise Massen Frainer.Durante o 35º Encontro da Associação Brasileira das Editoras Universitárias (ABEU), a equipe da EDUFGD pôde participar de debates sobre acessibilidade e estabeleceu contato com universidades que já implantaram ferramentas semelhantes. “Um dos contatos, Moisés Bauer, foi importantíssimo para orientar nossos encaminhamentos práticos. Ele é representante da Fundação Dorina Nowill para Cegos e ocupa o cargo de diretor do Departamento de Diversidade e Inclusão, na Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH) do Rio Grande do Sul. Em reunião virtual com a coordenação da Editora da UFGD, ele orientou o uso da ferramenta mais adequada e facilitou essa tão importante migração para nossas obras”, relata Marise.DIREITOS E OPORTUNIDADES

O NUMIAC avalia que a disponibilização dos livros da Editora UFGD de forma acessível para pessoas cegas e com baixa visão é muito importante, pois visa garantir a inclusão, a igualdade de oportunidade no acesso ao conhecimento acadêmico. “Ao fornecer os textos nesses formato acessível, a UFGD demonstra seu compromisso que vai além de garantir o ingresso de pessoas com deficiência. A universidade precisa garantir a permanência desse público, contribuindo para sua formação integral independente da sua limitação visual”, afirma a presidente do NUMIAC, Adriana Santos.A acessibilidade é um direito fundamental a todas pessoas e compete às instituições de ensino proporcionar os materiais adequados para o desenvolvimento dos estudantes. “Quando a UFGD adota medidas para tornar os livros acessíveis, a instituição não somente cumpre sua obrigação legal e seu papel social, como estimula a diversidade e inclusão no âmbito acadêmico. Isso enriquece o espaço universitário: a troca de conhecimento, novas perspectivas, promovendo também um ambiente enriquecedor para todos os estudantes”, avalia Adriana.Jornalismo ACS/UFGD



•  

UFGD
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.