Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
15/01/2024 17h00min - Mato Grosso do Sul
1 mês atrás

Com destaque para cirurgias renais, MS registra 203 transplantes em 2023

Ao todo foram 25 procedimentos de rim, 177 cirurgias de córneas e apenas 1 transplante de coração

Foto: Divulgação/SES  ► 
Fonte: Fonte Campo Grande News



Mato Grosso do Sul se destaca no cenário nacional ao registrar, nos primeiros nove meses de 2023, um total de 203 transplantes realizados pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Os dados apontam uma melhoria, puxada pelo aumento nas cirurgias renais, sendo o rim o órgão mais transplantado, com 25 procedimentos. Também foi realizado 1 transplante de coração.

Durante o mesmo período, as cirurgias de córnea, consideradas como transplantes de tecido, totalizaram 177 operações. Em âmbito nacional, o Brasil registrou o maior número de transplantes de órgãos em uma década, com 6.766 procedimentos realizados de janeiro a setembro de 2023.

A redução de 10,6% na lista de potenciais doadores oficialmente registrados no estado sul-mato-grossense contrastam com o aumento de 5,6% no cenário nacional, aponta desafios locais a serem enfrentados. A lista de potenciais doadores oficialmente registrados em Mato Grosso do Sul saiu de 179 entre janeiro e setembro de 2022 para 160 no mesmo período de 2023. No país como um todo, houve crescimento de 9.943 para 10.495.

Atualmente, mais de 41 mil pessoas aguardam por um órgão no Brasil, com destaque para mais de 38 mil na fila de transplante renal e aproximadamente 420 na espera por um coração.

Em setembro de 2023, o Programa de Incremento Financeiro para o SNT (Sistema Nacional de Transplantes) foi implementado visando estimular a capacidade assistencial e atender à crescente demanda da população. O Brasil também viu um aumento nas autorizações para novos serviços de transplante, mais que dobrando de 31 em 2022 para 64 em 2023, abrangendo diversas especialidades e contemplando todas as regiões do país.

Além disso, a conscientização e incentivo à doação foram reforçados com a instituição da Política Nacional de Conscientização e Incentivo à Doação e ao Transplante de Órgãos e Tecidos, sancionada em novembro de 2023 pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A medida prevê investimentos em programas educacionais, formação continuada para profissionais de saúde e gestores, além da inserção de uma semana de atividades no calendário escolar para conscientização sobre a importância da doação de órgãos. 



•  

Campo Grande News
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.