Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
09/01/2024 19h00min - Dourados
2 meses atrás

Câmeras e redutores em escolas serão integrados ao sistema “Cidade Inteligente”

Nove unidades de ensino terão equipamentos ativados para garantir mais segurança aos alunos

Foto: Rodrigo Pirola/Prefeitura de Dourados ► 
Fonte: Fonte Prefeitura Municipal de Dourados



A Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) começa, nesta terça-feira ( 9 ), vistoria técnica de equipamentos de segurança integrados, dentro do conceito de “Cidade Inteligente”. Técnicos do órgão e da concessionária responsável pela operação e manutenção, visitam nove escolas onde estão instalados redutores de velocidade e de monitoramento de fluxo, através de câmeras com sistema OCR, tecnologia que lê e identifica placas dos veículos.

O trabalho é reflexo direto de estudos feitos para identificar pontos críticos no acesso às unidades de ensino, considerando o número de alunos nos turnos e o fluxo de veículos. No planejamento, estão quatro escolas municipais, três estaduais e duas particulares. 

De acordo com Mariana de Souza Neto, diretora-presidente da Agetran, a ativação dos equipamentos segue solicitações, não apenas da direção, mas também de pais e alunos, preocupados com a segurança nos momentos de entrada e saída das escolas. Mas com a conexão proporcionada pela rede de fibra óptica com uma central de monitoramento, ganha outras funcionalidades. 

“Esses redutores de velocidade com câmeras OCR farão leitura de placas de veículos que passarem pelo local e essa informação alimentará um banco de dados que pode ser utilizados de diversas maneiras, desde o controle de fluxo no local, até a possibilidade de se identificar veículos que possam estar com registro de roubo e furto, fortalecendo o monitoramento da cidade”, explica.

Os redutores de velocidade nesses nove pontos em frente às escolas serão calibrados e configurados, antes de entrarem efetivamente em operação. Veículos que não respeitarem o limite de velocidade nesses pontos, podem ser autuados. “Antes desse momento, vamos fazer um período de educação, avisando os condutores que os equipamentos estão em funcionamento”, completa Mariana.

Na lista de nove escolas atendidas nesta primeira fase, estão a EE Menodora Fialho de Figueiredo, na avenida Weimar Gonçalves Torres; EM Maria da Rosa Antunes da Silveira Câmara, na avenida Joaquim Teixeira Alves; e o Colégio Ceart, na rua Monte Alegre.

Cercamento Eletrônico

No cercamento eletrônico, o OCR é instalado nas câmeras de monitoramento da cidade com o principal objetivo de captar informações das placas dos veículos.

Então, se o sistema de cercamento capta as informações de uma placa de veículo adulterada e existe esse registro no banco de dados da polícia, quando o cruzamento das duas informações acontece, um alerta é emitido. 

Tudo isso funciona em tempo real e sucesso da tecnologia está na integração de sistemas para cruzamento de informações, o que será possível graças à rede de fibra óptica e equipamentos de tecnologia e programas adquiridos pela Prefeitura de Dourados.



•  

Prefeitura Municipal de Dourados
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.