Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
21/03/2024 16h00min - Agricultura
4 semanas atrás

Brasil enfrenta desafio do desperdício de alimentos

Startups trazem soluções para evitar o desperdício de alimentos

Pixabay ► 
Fonte: Fonte Agrolink



Segundo a ONU, o Brasil figura entre os 10 países que mais desperdiçam alimentos no mundo. A Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA) estima que mais de R$1,3 bilhão em frutas, legumes e verduras são descartados anualmente nos mercados do país. Além disso, cada brasileiro joga fora em média 60 quilos de alimentos próprios para o consumo por ano.

Estima-se que as perdas e desperdícios no país alcancem cerca de 30% de toda a produção alimentar, resultando de danos na produção, armazenamento inadequado e problemas no transporte, conforme dados da FAO.

O setor de food service, movimentando mais de R$220 bilhões por ano e com mais de 1,5 milhão de estabelecimentos no Brasil, é crucial para a economia, porém, é também um dos principais responsáveis pelo desperdício de alimentos, segundo a ABIA. De acordo com Otávio Pimentel, Country Manager da Frubana, foodtech que utiliza tecnologia para conectar pequenos produtores a restaurantes de acordo com a oferta e demanda, eliminando intermediários e evitando o desperdício de alimentos nas prateleiras de mercados e centros atacadistas, “o desafio desses estabelecimentos está na eficiência logística para o abastecimento dos estoques. Com o uso de tecnologia nossa operação reduz o desperdício de 30% para apenas 0,8%. Conseguimos isso por meio de uma operação logística que entrega os alimentos direto para os estabelecimentos, agregando valor para o produtor e agilidade operacional para restaurantes” explica o executivo.

Nos supermercados, a situação não é diferente. A Associação Brasileira de Supermercados (Abras) revela que em 2023, esses estabelecimentos descartaram cerca de R$7,9 bilhões em alimentos dentro da validade, sendo frutas, legumes e verduras os itens mais desperdiçados (38,3%).

A Daki, operando um aplicativo de mercado sob demanda, lançou uma seção especial com ofertas de produtos próximos ao vencimento, reduzindo os preços e evitando o descarte desses alimentos. Além disso, a empresa mantém uma parceria com a Associação Prato Cheio, doando alimentos para entidades assistenciais e contribuindo para o combate à fome.

Outra iniciativa, a b4waste, foodtech que conecta os supermercados com produtos perto da data de vencimento a consumidores que pretendem consum-los dentro do prazo e buscam preços acessíveis, o não descarte desses alimentos beneficia a redução da emissão de carbono. Após três anos de operação, a empresa calcula que já foi capaz de evitar o desperdício de mais de duas mil toneladas de produtos, o que representa a prevenção da emissão de 1.7 toneladas de CO2 na atmosfera. 

Para os negócios, a estratégia também ameniza os prejuízos que o lixo causa anualmente no faturamento das varejistas. De acordo com a b4waste, ao disponibilizar os produtos, com descontos a partir de 50% do valor convencional, os comércios são capazes de cortar as perdas pela metade. 



•  

Agrolink
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.