Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
24/02/2024 14h01min - Geral
2 meses atrás

Bahia mantém liderança nacional na geração de energia eólica


Foto: berlionemore_contributor/Freepik ► 
Fonte: Fonte Grande FM



A Bahia consolidou sua liderança na geração de energia eólica no Brasil em 2023, com a produção de 29 mil GWh (Gigawatt-hora), energia suficiente para abastecer 223 milhões de residências. Esse montante representa 32% da geração eólica nacional, colocando o estado à frente do Rio Grande do Norte (30%) e do Piauí (15%).

O estado possui 312 usinas eólicas em operação, distribuidas por 32 municípios, com destaque para Sento Sé (58 empreendimentos), Morro do Chapéu (42) e Campo Formoso (26). Essa liderança se deve a combinação de fatores como:

Condições climáticas favoráveis: A Bahia possui ventos fortes e constantes, ideais para a geração de energia eólica.Investimentos em infraestrutura: O estado conta com uma rede de transmissão robusta, capaz de transportar a energia eólica para os centros de consumo.Incentivos fiscais: O governo brasileiro oferece incentivos fiscais para empresas que investem em energia eólica.

Impacto econômico do setor eólico na Bahia:

A geração de energia eólica gera cerca de 90 mil empregos na Bahia, e há 63 usinas em construção, com potencial para gerar mais 26 mil empregos. Além disso, 200 novas usinas estão previstas para serem construidas, o que pode gerar mais 84 mil empregos.

Potencial do Brasil para a geração de energia eólica:

O Brasil possui um grande potencial para a geração de energia eólica, com mais de 90% da energia eólica do país sendo gerada no Nordeste. A Bahia é líder nesse cenário, seguida pelo Rio Grande do Norte e Piauí.

Desafios do setor eólico no Brasil:

O principal desafio do setor eólico no Brasil é evitar a criação de regras, subsídios e encargos que possam encarecer a energia. O país tem um grande potencial para gerar energia renovável de forma barata, e o setor eólico é fundamental para a matriz energética brasileira.

O Brasil ganhou 140 novas usinas eólicas em 2023, com capacidade total instalada que soma 4,9 GW. É  a segunda maior fonte de energia do Brasil, atrás da energia hidráulica.



•  

Grande FM
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.