Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
09/02/2024 13h30min - Mato Grosso do Sul
2 semanas atrás

Administradora da BR-163 pretende acabar com dinheiro vivo nos pedágios até 2026


Foto reprodução ► 
Fonte: Fonte Grande FM



CCR, a empresa administradora da BR-163, planeja eliminar o uso de dinheiro físico nos pedágios até o ano de 2026, conforme afirmou Miguel Setas, CEO da companhia, durante um evento na quarta-feira passada. 

Essa transição será viabilizada pela iminente revolução tecnológica, incluindo a implementação de cobertura 5G ao longo das estradas e a facilitação das operações digitais. 

Miguel Setas declarou que a meta é realizar a cobrança exclusivamente por meios digitais, como o sistema free flow e outras ferramentas digitais, eliminando a necessidade de paradas em cabines de pedágio. 

Esse modelo permitirá a cobrança com base na distância percorrida por cada veículo, sem a utilização de dinheiro em espécie. A CCR tem enfrentado desafios em suas operações, especialmente em Mato Grosso do Sul, onde administra 845 km da BR-163 desde 2014. 

Apesar da concessão ter uma duração de 30 anos, a empresa não conseguiu cumprir os termos do contrato e solicitou a devolução amigável do trecho há cinco anos. 

A expectativa inicial era de duplicar toda a extensão da estrada em uma década, mas a falta de liberação de recursos por parte do governo federal levou a uma redução nos investimentos por parte da concessionária, resultando no descumprimento das metas estabelecidas no contrato.



•  

Grande FM
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.