Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
02/02/2024 17h00min - Esporte
4 meses atrás

“Tinha convicção de que iria dar resultados muito importantes”, afirma Diniz sobre Seleção Brasileira

Treinador falou pela primeira vez sobre trabalho na seleção após demissão e agradeceu pela oportunidade

Foto: Rodrigo Ferreira/CBF ► 
Fonte: Fonte TV Cultura / UOL



O técnico Fernando Diniz falou pela primeira vez sobre a demissão da Seleção Brasileira . Após a vitória do Fluminense contra o Bangu por 4 a 1 pelo Campeonato Carioca, ele afirmou que queria um desfecho diferente, mas já são “águas passadas”.

“Temos que tocar a vida em frente. Tenho muita clareza daquilo que fiz para a seleção brasileira e o meu contato com os jogadores e a Seleção está em boas mãos agora. Eu tinha muita convicção de que aquilo, com mais tempo, iria dar resultados muito importantes. Tinha um feeling muito claro disso. Para quem estava internamente também tinha nitidez do que estava sendo feito. Seis jogos é uma amostragem extremamente pequena. Infelizmente falamos muito dos resultados de curto prazo e canso de falar que é um dos males do futebol brasileiro”, afirmou o treinador.

Diniz assumiu a seleção no segundo semestre de 2023 como técnico interino. O principal objetivo era comandar o time até entregar a chegada de Carlo Ancelotti. Porém, os resultados do brasileiro não foram bons e o acordo com o italiano não deu certo.

Nos seis jogos que comandou o time, Diniz teve duas vitórias, um empate e três derrotas, sendo elas para Argentina, Uruguai e Colômbia, principais rivais nas Eliminatórias.

No final, ele agradeceu a oportunidade por comandar a seleção, mesmo num curto espaço de tempo.

“Agradeço a oportunidade que me foi dada e tenho plena convicção que o trabalho foi muito bem feito. Às vezes, o resultado do campo não acompanha o trabalho de maneira imediata. Todavia, o presidente colocou no seu discurso em relação à minha saída sobre o compromisso que ele tinha com o Mário Bittencourt de não me tirar do Fluminense. Essa conversa realmente existiu quando estivemos na CBF”, concluiu.



•  

TV Cultura / UOL
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.