17/02/2017 09h43 - Atualizado em 17/02/2017 09h43

Polícia encontra arma usada em homicídio após prender assaltante

Bruno foi preso após cometer assalto a uma conveniência em Campo Grande.

Por: Correio do Estado
 
 
Bruno foi preso após cometer assalto a uma conveniência (Foto: divulgação/Batalhão de Choque) Bruno foi preso após cometer assalto a uma conveniência (Foto: divulgação/Batalhão de Choque)

Após assaltar uma conveniência, Bruno Munhos da Cruz, 26 anos, foi preso na noite de ontem (16) com revólver calibre 38, mesma arma usada para matar Gilson Aparecido da Silva, 25 anos, conhecido como Doutor ou Mentor, encontrado morto com tiro na testa, na noite de segunda-feira (13), na rua Eva Peron, no Jardim Monte Alegre, em Campo Grande.

Segundo o delegado Cleverson Alves dos Santos, plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, Bruno nega que tenha cometido o assassinato. Ele diz que arrendou o revólver por R$ 1 mil, de um homem conhecido apenas como Sakamato para cometer assaltos. Porém, a polícia tem informações de que Bruno e Gilson cometiam assaltos juntos e que o assassinato foi motivado por desavença entre eles.

Roubo - Na quarta-feira (15), Bruno e um comparsa, identificado apenas como Ismael, assaltaram uma conveniência, na rua Olímpio Klafke, no Bairro Mata do Jacinto, por volta das 14h. Toda a ação dos bandidos foi filmada por câmeras de segurança. Após depoimentos de testemunhas e analisar as imagens, a equipe policial identificou um dos suspeitos, conhecido como Ponta Porã.

Bruno foi encontrado a bordo de um veículo Fiat Pálio, do outro lado da cidade, na avenida Guaicurus, no bairro Alves Pereira, e tentou fugir da equipe policial. Houve perseguição e o condutor só parou depois de perder o controle da direção e bater no meio-fio, após a polícia atirar em um dos pneus do carro dele.

Ao ser abordado, o suspeito ainda tentou se desfazer da arma municiada com três cartuchos, mas foi flagrado. Ele confessou o roubo e entregou Ismael. A polícia fez buscas, mas não conseguiu encontrar o comparsa dele. Bruno tem extensa ficha criminal por furto qualificado, porte ilegal de arma de fogo e receptação. Com ele, foram encontrados vários produtos de roubo, entre eles um celular.


Envie seu Comentário



 

Notícias

Brasil
Dourados
Esportes
Mulher
Mundo
Policial
Rural
Saúde
Shopping

Canais

Programação
Promoções
Recadinhos
Festas&eventos
Entretenimento
Horóscopo
Agenda Cultural
Fotos Flagrantes

Expediente

Sobre a Rádio
Responsabilidade Social
Nossa História
Localização
Abrangências
Política Comercial
Política de Privacidade
Termos de uso
Anuncie

Rádio e Televisão Gran Dourados
Rua Gustavo Adolfo Pavel, 935 - Vila Tonanni
Dourados - MS - CEP - 79825-901

+55 (67) 3411-1992 - Atendimento
+55 (67) 3411-1915 - Anuncie
+55 (67) 3411-1914 - Fax