22/10/2013 06h28 - Atualizado em 22/10/2013 06h28

Adolescentes estão envolvidos em recentes acidentes com mortes

Isto resulta na média de 4,6 acidentes por mês envolvendo pessoas de 0 a 17 anos.

Por: Redação/Eduarda Rosa
 
 
Adolescente bateu em ônibus e morreu no bairro Altos da Alvorada em Dourados (Foto: Osvaldo Duarte) Adolescente bateu em ônibus e morreu no bairro Altos da Alvorada em Dourados (Foto: Osvaldo Duarte)

Dados do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) revelam que até setembro deste ano 42 acidentes com vítimas tiveram menores envolvidos. Isto resulta na média de 4,6 acidentes por mês envolvendo pessoas de 0 a 17 anos.

Segundo levantamento, pelo menos três casos foram registrados no mês de setembro e outubro, o mais recente foi neste domingo (20) em que o idoso, Ramão Ledesma, morreu no Hospital da Vida em Dourados, depois de ser vítima de um atropelamento causado por um adolescente de 14 anos que pilotava uma motocicleta de fabricação paraguaia.

Outro caso ocorreu na noite do dia 10 de outubro em que um adolescente indígena, de 15 anos, morreu em batida entre moto e caminhão na rodovia MS-156, que liga Dourados a Itaporã.

Um outro acidente aconteceu no dia 23 de setembro, quando Luiz Felipe Nascimento Belasco, 16, morador na Fazenda Alvorada, morreu após colidir a motocicleta em que conduzia contra um ônibus de transporte coletivo. O acidente aconteceu no Altos da Alvorada, região Oeste de Dourados. Segundo a irmã de Belasco, ele teria adquirido o veículo há duas semanas.

Segundo o Comandante da Guarda Municipal, João Vicente Chencarek, um dos principais fatores que propiciam o acesso dos adolescentes a esses veículos são as facilidades para adquiri-los. “Hoje com dois ou três mil reais pode-se comprar uma moto, que pode ser do adolescente ou da família. Temos feito blitze, mas a fiscalização também tem que ser feita em casa, pelos pais”.

Contudo, muitas vezes são os próprios pais que ensinam os filhos a dirigir, “os pais são os responsáveis pelo veículo. É como se fosse uma arma e uma arma não pode ser deixada em qualquer lugar. Tem que guardar a chave, pois o menor não teve as aulas na autoescola, não sabe das normas da legislação, da via”, alertou o diretor local do Detran, Aparecido Dias.

O comandante da Guarda Municipal também ressalta que os veículos ciclomotores, de até 49 cilindradas, não precisam de habilitação, mas para pilotá-los é necessário ser maior de idade. “Muitos menores acham que podem pilotar, mas não podem. É preciso ser maior de idade e utilizar os equipamentos de segurança de acordo com o código de trânsito”.

De acordo com a psicóloga, Elizete Beachi Comerlato, a adolescência é o período em que a pessoa se acha invulnerável, que nada poderá acontecer com ele. “O adolescente quer contestar as regras pela necessidade de se sentir adulto, independente, é mais impulsivo”.

Ela também destaca que a competitividade da sociedade influencia no estimulo a velocidade no trânsito, “a população não tem tolerância a frustração, se um corre mais, o outro quer ultrapassar”.


Seja o primeiro a comentar!

Envie seu Comentário!

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.
 


 

Notícias

Brasil
Dourados
Esportes
Mulher
Mundo
Policial
Rural
Saúde
Shopping

Canais

Programação
Promoções
Recadinhos
Festas&eventos
Entretenimento
Horóscopo
Agenda Cultural
Fotos Flagrantes

Expediente

Sobre a Rádio
Responsabilidade Social
Nossa História
Localização
Abrangências
Política Comercial
Política de Privacidade
Termos de uso
Anuncie

Rádio e Televisão Gran Dourados
Rua Gustavo Adolfo Pavel, 935 - Vila Tonanni
Dourados - MS - CEP - 79825-901

+55 (67) 3411-1992 - Atendimento
+55 (67) 3411-1915 - Anuncie
+55 (67) 3411-1914 - Fax