21/01/2016 13h54 - Atualizado em 21/01/2016 13h54

Morre Benedito Seviéro, compositor de “Boate Azul”

Compositor morreu vítima de infarto, aos 84 anos

Por: C. Estado
 
 
A morte de Benedito Seviéro é mais uma grande perda pra música sertaneja. 
(Foto: Reprodução / Internet) A morte de Benedito Seviéro é mais uma grande perda pra música sertaneja.
(Foto: Reprodução / Internet)

Benedito Onofre Seviéro, morreu na manhã de ontem (20) aos 84 anos, vítima de infarto. O compositor é um dos mais importantes nomes da música sertaneja.

Nascido em 20 de outubro de 1931 na cidade de Boa Esperança do Sul, no interior do estado de São Paulo, Benedito foi reconhecido como um dos grandes compositores populares dos últimos tempos e começou a criar letras aos 16 anos. Ao longo da sua carreira ultrapassou 2.000 músicas gravadas e regravadas, com mais de trezentos intérpretes como:

Tião Carreiro e Pardinho, Milionário e José Rico, Bruno e Marrone, MatoGrosso e Mathias, César Menotti e Fabiano, João Mineiro e Marciano, Chitãozinho e Xororó, Jorge e Mateus, Victor e Leo, Luan Santana, Michel Teló entre tantos outros.

Seu maior sucesso, Boate Azul, já acumula mais de 100 gravações e regravações. Ainda sobre a música, uma curiosidade; a canção foi escrita em novembro de 1963, mas devido a ditadura de abril de 1964, ela foi censurada e proibida sua comercialização, sendo liberada somente em 1980, já no final da Ditadura Militar.

Entre os sucessos já citados de Benedito Seviéro destacam-se também Espuma de Cerveja (Gian e Giovani), Mulher Boa (Teodoro e Sampaio), Som de Cristal (Joaquim e Manuel), Último Adeus (Trio Parada Dura).

O sepultamento aconteceu nesta manhã (21), no Cemiterio de Camilópolis em Santo André (SP).


(3) Comentários

Envie seu Comentário!

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.
 

...E, de mais a mais, a Lei falcão impediria hoje a pouca-vergonha das novelas, com cenas de sexo semi-explícitos entre homem e mulher e até entre homens e homens...Estão desvirtuando os valores morais, e mais violência, famílias destruídas, drogas, ódio, os ladrões dão as cartas, o "exército" de hoje se esconde e as demais autoridades e em Brasília, no Congresso...roubam. Agora está bom?

 
sergio ferraz em 13 de outubro de 2016 às 17:18

Imaginar que a música foi censurada e proibida época da ditadura militar em 1964 revela que o autoritarismo impõe a sociedade o que deve ser lido, visto e ouvido pelos ditadores. Nada demais na música que demonstra o amor sofrido de um homem pela mulher que ele ama.

 
wagner teixeira de deus em 23 de janeiro de 2016 às 17:22

Deixou minha prima Lurdinha, mas lá do céu olhará por ela.Descanse em paz Dito.

 
Romele em 22 de janeiro de 2016 às 12:52


 

Notícias

Brasil
Dourados
Esportes
Mulher
Mundo
Policial
Rural
Saúde
Shopping

Canais

Programação
Promoções
Recadinhos
Festas&eventos
Entretenimento
Horóscopo
Agenda Cultural
Fotos Flagrantes

Expediente

Sobre a Rádio
Responsabilidade Social
Nossa História
Localização
Abrangências
Política Comercial
Política de Privacidade
Termos de uso
Anuncie

Rádio e Televisão Gran Dourados
Rua Gustavo Adolfo Pavel, 935 - Vila Tonanni
Dourados - MS - CEP - 79825-901

+55 (67) 3411-1992 - Atendimento
+55 (67) 3411-1915 - Anuncie
+55 (67) 3411-1914 - Fax