27/10/2018 07h50 - Atualizado em 27/10/2018 07h50

Guatemala encontra migrantes de África e Sri Lanka em caravana de hondurenhos

Autoridades migratórias disseram que 199 pessoas de Camarões, Etiópia, Gana, Haiti, Eritreia e Sri Lanka estavam sem documentação necessária para entrar e permanecer no país.

Por: Redação/G1
 
 
Integrantes da segunda caravana da América Central pegam carona em direção à fronteira com o México, em Chiquimula, na Guatemala, em 23 de outubro Integrantes da segunda caravana da América Central pegam carona em direção à fronteira com o México, em Chiquimula, na Guatemala, em 23 de outubro

As autoridades migratórias da Guatemala informaram nesta sexta-feira que interceptaram nos últimos dias 199 migrantes ilegais do Haiti, de Sri Lanka e de países da África na caravana de hondurenhos que cruza seu território rumo ao norte, com o objetivo de chegar aos Estados Unidos.

"Foram localizadas nos últimos dias aproximadamente 199 pessoas de Camarões, Etiópia, Gana, Haiti, Eritreia e Sri Lanka sem a documentação necessária para entrar e permanecer na Guatemala", informou o Instituto Guatemalteco de Migração em comunicado.

Estas pessoas, segundo a entidade, foram levadas a um centro de amparo a migrantes para resolver a situação burocrática.

"A migração é um direito universal, mas deve acontecer dentro do marco legal estabelecido em cada país, sem expôr a integridade física das pessoas, principalmente dos menores de idade", advertiu a instituição.

Uma primeira caravana de migrantes, agora formada por cerca de 7 mil pessoas, iniciou no último dia 13, em San Pedro Sula (Honduras), a longa caminhada em direção aos Estados Unidos, e grande parte dela passa agora pelo México, após deixar a Guatemala.

Uma segunda caravana, de 1,5 mil pessoas, atravessa agora a Guatemala, dividida em vários grupos, também rumo aos EUA.

O presidente americano, Donald Trump, ameaçou enviar o Exército à fronteira com o México e advertiu que reduzirá substancialmente a ajuda econômica que os EUA concedem a Guatemala, Honduras e El Salvador como represália pelo avanço dos migrantes, além de ter criticado o governo mexicano por não impedi-la.


Envie seu Comentário



 

Notícias

Brasil
Dourados
Esportes
Mulher
Mundo
Policial
Rural
Saúde
Shopping

Canais

Programação
Promoções
Recadinhos
Festas&eventos
Entretenimento
Horóscopo
Agenda Cultural
Fotos Flagrantes

Expediente

Sobre a Rádio
Responsabilidade Social
Nossa História
Localização
Abrangências
Política Comercial
Política de Privacidade
Termos de uso
Anuncie

Rádio e Televisão Gran Dourados
Rua Gustavo Adolfo Pavel, 935 - Vila Tonanni
Dourados - MS - CEP - 79825-901

+55 (67) 3411-1992 - Atendimento
+55 (67) 3411-1915 - Anuncie
+55 (67) 3411-1914 - Fax